Bem-vindos!


Um espaço democrático para a publicação de temas ligados ao Amazonas e à região Amazônica. Essa é a razão de ser da Revista Ribeirinhos! Criada pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, para fomentar a produção e divulgação de artigos e obras literárias, crônicas, poesias, resenhas, contos, além de depoimentos e matérias, como entrevistas sobre questões da região.

O termo "Ribeirinhos" cabe perfeitamente para o nome da revista. Vivemos todos às margens do Rio Amazonas, e é à beira deste grande rio que florescem os saberes relacionados às ciências da sociedade produzidos pelos nossos escritores, os nossos "ribeirinhos".

O único objetivo da revista é o saber, por isso não publica quaisquer assuntos de cunho político-partidário, à exceção de peças que acrescentem informações relevantes à História do Amazonas, exigidas a notoriedade e a comprovada veracidade destas peças.

Esperamos que durante a leitura da Ribeirinhos, você possa mergulhar neste rio mar de saberes da nossa região.

Revista Eletrônica

Revista Eletrônica Ribeirinhos nº1

V.1, Nº1 | JULHO/AGOSTO (2017)

A primeira edição da Revista Ribeirinhos traz, no campo da Antropologia, temas como a crise amazônica e a borracha, a última roça de Manaus e conhecimentos da medicina tradicional amazônica. Na Museologia, reflexões acerca do turismo e o patrimônio histórico no Teatro Amazonas e o histórico do Museu Botânico do Amazonas; e na Biologia, estudos acerca de solos com terra preta de índio em Iranduba (AM). Além de temas relacionados à Arqueologia, a edição traz também poemas de Samuel Lucena de Medeiros, Abner Viana e Lidiane Cunha.

 

Revista Ribeirinhos nº2

v. 02, n. 2 (2017)

Propriedade Intelectual

 

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Revista Ribeirinhos nº3

v. 03, n. 3 (2017)

Propriedade Intelectual

 

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Revista Ribeirinhos nº4

v. 04, n. 4 (2017)

Propriedade Intelectual

 

Revista Eletrônica de Educação adota a licença Creative Commons BY-NC do tipo "Atribuição Não Comercial".

Essa licença permite, exceto onde está identificado, que o usuário final remixe, adapte e crie a partir do seu trabalho para fins não comerciais, sob a condição de atribuir o devido crédito e da forma especificada pelo autor ou licenciante.

Arte

Para ver de perto essas e outras obras de grandes artistas, visite a Pinacoteca do Estado.

Biografia

Moacir Couto de Andrade nasceu em Manaus no dia 17 de março de 1927, filho de Severino Galdino de Andrade e D. Jovina Couto de Andrade. Diplomou-se em Administração de Empresas, mas foi como artista que deixou seu maior legado. Professor, escritor, artista plástico, historiador e poeta, fundou a Academia Amazonense de Poesia, a Academia de História, fundou e dirigiu a Pinacoteca do Amazonas, dirigiu o Teatro Amazonas, o Museu de Numismática, a Fundação Cultural do Amazonas e o Clube da Madrugada.

Publicou inúmeros livros com temáticas Amazônicas:  aspectos antropológicos, arquitetura, lendas e superstições, entre outros. Entre os diversos prêmios que recebeu destaca-se o título de “Maior Pintor de Paisagens Tropicais do Mundo”, outorgado em Paris, por ocasião do centenário da Queda da Bastilha. Membro da Academia Amazonense de Letras, Moacir faleceu em Manaus, em 27 de junho de 2016.

Biografia

Maria Auxiliadora Zuazo nasceu em 22 de setembro de 1943, no Seringal Santa Vitória, em Lábrea/AM. Estudou na Escola Nacional de Belas Artes, onde foi aluna de Abelardo Zaluar (pintura); Adir Botelho (xilogravura); Ahmés de Paula Machado (litogravura) e Carlos Magno (pintura mural). Sua primeira exposição individual foi em 1968, quando ainda cursava o segundo ano de faculdade. Os vinte trabalhos apresentados descreviam aspectos urbanos de Manaus e do Rio de Janeiro.

Em Manaus, fundou a Escolinha de Arte “Pequeno Polegar” onde desenvolveu por alguns anos a metodologia que havia aprendido com Augusto Rodrigues, ao trabalhar com ele na Escolinha de Arte do Brasil no Rio de Janeiro. É detentora de prêmios concedidos pelo Governo do Estado e outras instituições.

Foi presidente da AMAP – Associação dos Artistas Plásticos do Amazonas, por diversão mandatos. Suas exposições atingiram visibilidade internacional (Bélgica, Espanha e Estados Unidos). Realizou trabalhos em parceria com artistas e escritores como Elson Farias e Roberto Evangelista (“Made in Amazonas”); Aníbal Beça (“Meninos e Pássaros”); Luiz Vitalli (“Toras Caboclas” e “Caboclas Nuas”) e Regina Melo (“... O Poema”).

Equipe

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS

    David Almeida

  • Governador do Amazonas
  • Robério Braga

  • Secretário de Cultura
  • Mimosa Paiva e Elizabeth Cantanhede

  • Secretárias Executivas

EQUIPE EDITORIAL

    Robério Braga

  • Editor Chefe
  • Sarah Viegas, Karla Colares e Arminda Mendonça

  • Produção Editorial
  • Lucas Rodrigues

  • Redator
  • Luis Felipe Albuquerque

  • Identidade Visual
  • Jhulio Santos e Fued Felipe

  • Programação
  • Jonei Picanço

  • Web Designer

CONSELHO EDITORIAL

    Max Carphentier

  • Escritor e Membro da Academia Amazonense de Letras
  • José Braga

  • Escritor e Membro da Academia Amazonense de Letras
  • Raimundo Pontes Filho

  • Historiador, Professor e Mestre em Direito Ambiental pela Universidade do Estado do Amazonas
  • Cristian Pio Ávila

  • Professor Doutor em Antropologia Social pela Universidade Federal do Amazonas
  • Antonio Ausier Ramos

  • Diretor do departamento de Literatura da Secretaria de Cultura

Submissões

Os interessados devem enviar suas produções (entre artigos, crônicas, poesias e outros) para o e-mail: revistaribeirinhos@cultura.am.gov.br.

Artigos devem vir anexados no formato WORD e PDF, com no máximo 20 páginas, incluindo tabelas, quadros e figuras. Devem ser redigidos em Língua Portuguesa, utilizando Word for Windows ou compatível, seguindo o modelo respectivo:

MODELOS

Artigos

Poesia

Crônica

Conto

Entrevista

Depoimentos

Resenha